Grants

Por meio do Grants, programa anual da Fundação Deutsche Bank Américas, o Deutsche Bank Brasil apoia entidades eprojetos nas áreas de Educação, Arte&Música, Desenvolvimento Comunitário, Inclusão Social e Sustentabilidade. Nos últimos oito anos, o programa já beneficiou mais de 35 entidades.

O Grants conta com o apoio da The Resource Foundation, entidade responsável pela avaliação da documentação e pelo envio de recursos para os projetos apoiados pela Fundação.

Conheças os projetos apoiados em 2011:

• AlfaSol – Associação Alfabetização Solidária: organização da sociedade civil, sem fins lucrativos e de utilidade pública. Adota um modelo simples de alfabetização inicial, inovador e de baixo custo, baseado no sistema de parcerias com os diversos setores da sociedade. A organização trabalha desde 1996 pela redução dos altos índices de analfabetismo no País. O Deutsche Bank apoia, pelo segundo ano consecutivo, o projeto “Alfabetização de Jovens e Adultos” no município de Tamboril, Ceará, que oferece cursos de alfabetização ministrados por professores locais, capacitados pela Instituição de Ensino Superior (IES). Os recursos liberados pela Fundação no final de 2011 permitirão que, em 2012, 250 alunos sejam atendidos e 10 professores treinados.

Conheça mais: www.alfabetizacao.org.br


• Um Teto para Meu País: filial Brasileira da organização latino-americana sem fins lucrativos Un Techo para mi País, criada no Chile em 1997, e atualmente presente em 19 países. A ONG trabalha com construção de habitações para famílias em favelas e comunidades extremamente pobres, com objetivo de melhorar sua qualidade de vida a partir da construção de casas de emergência e programas de habilitação social. Para viabilização das construções a UTPMP conta com a mão de obra de voluntários, em sua maioria universitários e jovens profissionais, e doações para compra dos materiais necessários. Os recursos doados pela Fundação no final de 2011 serão utilizados para financiar 10 casas na comunidade de Velosinho, em Carapicuíba, como parte de um projeto para a construção de 60 casas em São Paulo e cidades vizinhas.

• WordFund: fundada em 2002, a organização norte-americana sem fins lucrativos tem como missão aumentar a qualidade da educação primária e secundária na América Latina, a fim de transformar vidas e quebrar o ciclo da pobreza. A ONG possui uma estratégia dupla de atuação: treinamento intensivo para gestores e professores de escolas públicas e bolsas de estudo para alunos de escolas públicas e outros programas educativos. O Deutsche Bank Brasil apoia o programa STEM (Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática), que consiste na introdução de um modelo de aprendizagem interativa aos professores de matemática, biologia, química e física, possibilitando que essa metodologia de ensino chegue às escolas públicas do  Brasil. O treinamento será oferecido a 200 professores em 25 escolas, por três trimestres, impactando diretamente 6 mil  estudantes no Estado do Pernambuco.

• Casa do Zezinho: Fundada em 1994, a entidade não- governamental, está localizada entre os bairros Capão Redondo, Parque Santo Antônio e Jardim Ângela, na zona Sul da cidade de São Paulo. A organização atende 1500 crianças e jovens, entre 6 e 21 anos, que residem e frequentam escolas públicas da região. A Casa do Zezinho é um local de reconhecimento, respeito, inclusão e amizade, contribuindo para o desenvolvimento das crianças e jovens atendidos, com foco em um futuro melhor para todos eles. O apoio do Deutsche Bank ajudará a manter o projeto “Toca, Zezinho!”, um dos projetos de arte da ONG. São oferecidas aulas de música com instrumentos como violino, celo e flauta, visando a participação dos alunos em orquestras e corais. O projeto visa desenvolver conhecimentos e habilidades dos participantes, assim como colaborar para redução da evasão escolar e elevar a auto-estima por meio do reconhecimento das competências dos jovens assistidos.


Conheça os projetos apoiados nos anos anteriores:

UNIBES – União Brasileiro-Israelita de Bem-Estar Social: desde 1915, a UNIBES tem como missão desenvolver e implantar projetos e ações socioeducativas para a promoção humana e reconhecimento de direitos de cidadania e dignidade das famílias, crianças, jovens e idosos. O Deutsche Bank apoia o “Programa de Capacitação Profissional de Jovens”, que teve início em 1993, e desenvolve  capacitação profissionalizante para jovens com idade entre 14 e 17 anos. O Programa tem como objetivo fornecer subsídios básicos e técnicos para a formação pessoal e profissional do jovem, facilitando sua inserção no mercado de trabalho.
Conheça mais: www.unibes.org.br

AlfaSol (Alfabetização Solidária): organização da sociedade civil, sem fins lucrativos e de utilidade pública, adota um modelo simples de alfabetização inicial, inovador e de baixo custo, baseado no sistema de parcerias com os diversos setores da sociedade. A organização trabalha desde 1996 pela redução dos altos índices de analfabetismo no País. O Deutsche Bank apoia o projeto “Alfabetização de Jovens e Adultos” no município de Tamboril, Ceará e oferece cursos de alfabetização ministrados por alfabetizadores locais, capacitados por Instituição de Ensino Superior (IES).
Conheça mais: www.alfabetizacao.org.br

APAF (Associação Paulista de Apoio à Família): entidade privada, sem fins lucrativos, fundada em novembro de 2004 por pais e amigos da Escola Stance Dual com o objetivo de promover ações sociais voltadas a mulheres socialmente vulneráveis, criando oportunidades para a sua inserção social, profissional e consequente geração de renda e autonomia. O Deutsche Bank apoia, pelo segundo ano consecutivo, o projeto “Mãos Empreendedoras”, que tem por objetivo qualificar e capacitar  essas mulheres, incentivando-as à criação de seu próprio negócio, a partir das técnicas de artesanato e costura, fomentando o empreendedorismo feminino com ênfase no desenvolvimento de uma coleção de moda e construção de um plano de negócios.
Conheça mais: www.apafsp.org.br/

Projetos Apoiados em 2009:

No Pé da Letra: Em parceria com a Fundação Abrinq pelos Direitos da Criança e do Adolescente, o Banco desenvolveu o programa “No Pé da Letra”, cujo objetivo era capacitar 32 professores de pré-escola de 8 instituições públicas de ensino da zona sul de São Paulo, para que pudessem desenvolver práticas em sala de aula que favorecessem a construção de uma imagem positiva da leitura. Além do curso de capacitação com carga horária de 20 horas, que resultou em diversas atividades de leitura junto à crianças durante 18 meses, os professores estiveram inseridos em atividades complementares como visitas a museus, cinema e exposições, com o intuito de ampliar seu universo cultural. Com a cooperação da Secretaria de Educação do Município de São Paulo, o projeto beneficiou 960 crianças de 4 a 6 anos.
 
Projeto Plural - Taboão da Serra: iniciativa do Deutsche Bank em parceria com o Instituto Rodrigo Mendes, o objetivo do Projeto Plural era a capacitação de professores e coordenadores pedagógicos para inclusão e efetivação de uma escola para todos. Por meio da arte, tinha em vista preparar estes profissionais para receber e ensinar alunos com necessidades especiais em escolas públicas. Com atividades ao redor de temas como mudança de olhar, quebra de padrões, ampliação das possibilidades criativas, singularidade e acessibilidade, entre outros, o projeto envolveu 30 educadores e suas turmas, de escolas públicas de Taboão da Serra, em São Paulo.

Última Actualização: 17.7.2012
Copyright © 2013 Deutsche Bank Brasil